Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Lira diz que impeachment "seria desastroso para o país"

Sentado sobre mais de 100 pedidos pelo afastamento de Jair Bolsonaro, o presidente da Câmara se justifica citando a pandemia e a imparcialidade
Lira diz que impeachment “seria desastroso para o país”
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Arthur Lira (PP-AL) disse hoje que iniciar um processo de impeachment “seria desastroso para o país”. O presidente da Câmara justificou sua fala citando a pandemia e o enfraquecimento da economia nacional.

“Nós estamos em um momento de polarização política muito forte, com mais de 100 pedidos de impeachment. Muito embora a polarização exija, e recaia sobre a Presidência da Câmara analisar essas possibilidades, a responsabilidade de agir com imparcialidade deve ser levada em conta”, afirmou o deputado, em evento organizado por um site jurídico.

Lira também disse que, mesmo se colocasse um pedido de impeachment em votação na Câmara, não há “apoiamento no Congresso Nacional que permitisse o início de um rompimento institucional dessa monta”.

Apesar de apresentar inúmeras justificativas para não iniciar um processo de impeachment, Lira não citou nenhum dos crimes de responsabilidade cometidos por Bolsonaro até aqui, como atrapalhar o combate à pandemia, usar a máquina estatal para fazer campanha política pelo País e, o mais recente, fazer uma live de pouco mais de 2 horas para atentar contra o sistema eleitoral e tentar jogar suspeitas sobre a eleição do ano que vem.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO