Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Lira diz que reforma administrativa não alcançará o Judiciário

Presidente da Câmara afirmou que incluir juízes e integrantes do MP poderia ferir "limites constitucionais", pois cada Poder deve apresentar sua proposta
Lira diz que reforma administrativa não alcançará o Judiciário
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Arthur Lira disse hoje que a reforma administrativa discutida no Congresso não deve alcançar as carreiras do Judiciário e do Ministério Público para que os parlamentares não extrapolem os limites constitucionais.

Isso acontece, afirmou o presidente da Câmara, porque o Executivo e o Legislativo apresentaram suas próprias propostas de mudança nas regras dos servidores públicos.

“Devemos nos ater aos nossos limites constitucionais. Se nós pudéssemos fazer a inclusão de todos os Poderes, nós faríamos. Penso, mas posso estar errado, que, como o Executivo mandou a [reforma] dele e o Legislativo está com a [reforma] dele também inserida, o Judiciário precisaria mandar. E se o Judiciário não mandar, nós poderemos estar extrapolando nossos limites constitucionais”, disse o deputado em evento da Confederação Nacional da Indústria.

Segundo Lira, a ideia do Congresso é aprovar as reformas possíveis, não as ideiais.

“Queria sempre reafirmar que, quando falamos em possível, muitas vezes o texto ideal, ótimo, é inimigo do bom.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO