Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Lira diz que Senado quebrou acordo ao rejeitar minirreforma trabalhista

Segundo o presidente da Câmara, havia um acerto com o líder do governo, Fernando Bezerra Coelho, para retirada apenas dos itens que tratassem de CLT
Lira diz que Senado quebrou acordo ao rejeitar minirreforma trabalhista
Foto: Marcos Brandão/Senado Federal

Arthur Lira (PP-AL) criticou a decisão do Senado de rejeitar a MP 1045/2021 que previa a flexibilização de leis trabalhistas. Segundo ele, houve quebra de acordo. À imprensa, ele disse que, ontem de manhã, recebeu ligação do líder do governo, Fernando Bezerra Coelho, propondo retirar apenas os itens que tratassem de CLT.

Após aprovação pelos senadores, o texto seria então devolvido à Câmara para ser referendado.

Esse acordo foi feito, nós cumprimos os nossos acordos. Não temos acordo nenhum que não seja respeitado, com a oposição, com o centro ou com base nesta Casa, respeitamos o regimento tanto da Câmara quanto do Senado, respeitamos os acordos e cumprimos nossas palavras”, disse.

Apesar da crítica, o presidente da Câmara negou tensão com Rodrigo Pacheco. “Não tem tensão, se tivesse tensão eu tava falando de maneira mais ríspida.”

Mas acrescentou que “fica muito triste quando vê uma MP como a 1045 ser rejeitada no Senado, privando 2,3 milhões de jovens que podiam estar tendo acesso ao emprego rejeitado por lobbies de algumas instituições e por não querer discutir justamente determinados assuntos”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....