Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Lira: "Não serei eu que vou cravar apoio do partido a Bolsonaro"

Em entrevista, o presidente da Câmara afirmou que não interfere em decisões de responsabilidade da presidência do Progressistas
Lira: “Não serei eu que vou cravar apoio do partido a Bolsonaro”
Foto: Alan Santos/PR

O presidente da Câmara, Arthur Lira (foto), afirmou há pouco, em entrevista à GloboNews, que não pode cravar se o seu partido, PP, vai de fato apoiar Jair Bolsonaro nas eleições de 2022.

Segundo o parlamentar, a decisão cabe apenas à presidência do partido.

Eu nunca procurei interferir. Eu sou filiado ao partido Progressistas. O Progressistas é da base do governo. Não há nada que indique que não estará na composição com o governo atual. Não há justificativa para isso. O presidente do partido dará uma indicação de que o partido contribuirá, como vem contribuindo, para estar em um possível palanque do presidente da República. Agora, não serei eu que vou cravar essa hipótese, nem dar uma assertiva.”

Como mostramos, deputados do PP avaliam que Ciro Nogueira foi “muito esperto” e se livrou de Jair Bolsonaro quando o presidente se filiou ao PL, de Valdemar Costa Neto.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO