Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Lira: "Se não estourar o teto, você não paga a máquina pública"

O presidente da Câmara afirmou que a PEC dos precatórios ainda não foi protocolada pelo governo federal no Congresso Nacional
Lira: “Se não estourar o teto, você não paga a máquina pública”
Reprodução/O Antagonista/YouTube

O presidente da Câmara, Arthur Lira, disse nesta segunda-feira (9) que a PEC dos precatórios não foi enviada à Câmara pelo governo como era esperado. Em entrevista ao Papo Antagonista, Lira afirmou que só a MP do Novo Bolsa Família foi protocolada.

“O que chega ao Congresso Nacional, por enquanto, foi a MP do Auxílio Brasil. A PEC dos precatórios, que eu pensei que viria junto, até agora, que eu saiba, não foi protocolada na Câmara e no Senado.”

O presidente da Câmara afirmou que, se o governo pagar os precatórios, vai estourar o teto de gastos. Segundo Lira, se o teto não for estourado, não há como custear a máquina pública.

“Nós tínhamos uma previsão orçamentária de R$ 50 bilhões para pagar de precatórios em 2022. Essa previsão foi aumentada para R$ 90 bilhões. Esse recurso, se nós pagarmos por dentro, ele estoura o teto, ou ele para a máquina pública. São dois remédios muito amargos. Se nós não estouramos o teto de gastos para criar um programa assistencial para os que mais precisam, você avalia em relação a precatórios. Só que, se não estourar o teto, você não paga a máquina pública.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO