Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Lira se recusa a fornecer resultado da manobra para aprovar PEC dos Precatórios

Mudança permitiu a validação de votos de parlamentares licenciados por exercício de missão diplomática, o que contraria o Regimento Interno da Câmara
Lira se recusa a fornecer resultado da manobra para aprovar PEC dos Precatórios
Reprodução/Tv Câmara/YouTube

O presidente da Câmara, Arthur Lira (foto), tem se recusado a divulgar o nome dos parlamentares que só votaram na PEC dos Precatórios graças a uma manobra para aumentar as chances de aprovação da medida, diz a Folha.

A mudança permitiu que deputados em viagem de missão oficial pudessem votar sem registrar presença no sistema de identificação biométrica do plenário. A regra foi flexibilizada pela Mesa Diretora horas antes da votação do projeto, na última quarta-feira.

Como noticiamos mais cedo, a ministra Rosa Weber determinou que a Câmara apresente em 24 horas informações sobre a votação da PEC dos Precatórios

A ministra do STF é relatora do mandado de segurança apresentado por deputados pedindo a invalidação da sessão que aprovou a proposta. Parlamentares questionam as manobras adotadas por Lira para garantir a aprovação da matéria em primeiro turno.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO