A listinha de Carlos Miranda

Telegram

A delação de Carlos Miranda, o operador de Sérgio Cabral, pode implicar dezenas de políticos e empresários ainda não denunciados.

Diz a Folha:

“Os 81 anexos iniciais da delação de Miranda, homologada há um ano, descrevem 19 fontes de propina que ainda não foram objetos de denúncia contra o ex-governador.  Há também sete ex-secretários de Cabral na mira, além dos cinco já presos —e outros dois da gestão Luiz Fernando Pezão (MDB) também detidos”.

Renan Calheiros: será que ele vai retomar o poder no Senado? Leia aqui

Também são mencionadas na delação dez empreiteiras que ainda não foram tema de acusação formal a Cabral.

A listinha inclui ainda fornecedores de viaturas para a Polícia Militar e do setor de saúde.

Comentários

  • Bernardino -

    Tudo começou com Brizola proibindo a policia de subir as pequenas favelas, hoje, grandes comunidades. "De Brizola a Pezão um mar de lama destruiu o Rio de Janeiro". Detalhe: todos ligados a esquer

  • SPA -

    Na próxima fornada devem rodar : Duda Paes , Rodrigues Neves (Niterói ), Dep Júlio Lopes, Nuzman , ...

  • Edmundo -

    Min. Sérgio Moro esta à espera de mais essa delação. Nais 4 anos de lava jato.

Ler 34 comentários