'Live eleitoral' de Bolsonaro não emplaca aliados

Live eleitoral de Bolsonaro não emplaca aliados
Foto: Reprodução/Redes Sociais

A “live eleitoral gratuita” de Jair Bolsonaro teve um desempenho abaixo do esperado por aliados para emplacar vereadores e prefeitos nas eleições municipais.

Dos 59 candidatos apoiados por Bolsonaro, apenas 13 se elegeram.

Entre os prefeitos, Mão Santa (Parnaíba) e Gustavo Nunes (Ipatinga) foram eleitos no primeiro turno.

Além deles, Marcelo Crivella (Rio) e Capitão Wagner (Fortaleza) vão disputar as prefeituras em segundo turno.

Três candidatos foram citados por Bolsonaro em todas as lives que realizou na semana passada, mas não conseguiram se eleger: Wal do Açaí (Angra dos Reis), Deilson Bolsonaro (Boa Vista) e Clau de Luca (São Paulo).

Apesar do empenho do presidente, a Coronel Fernanda não conseguiu a vaga do Mato Grosso para o Senado, perdendo para Carlos Fávaro.

Os 11 candidatos a vereador que foram eleitos são estes: Carlos Bolsonaro (Rio), Alexandre Aleluia (Salvador), Inspetor Alberto (Santos), Jessicão (Londrina), Marco Aurélio Filho (Recife), Nikolas Ferreira (Belo Horizonte), Pastor Júnior Tercio (Recife), Paulo Chuchu (São Bernardo do Campo), Sonaira Fernandes (São Paulo), Thiago Paes (Guaranhuns) e Vinicius Aith (Sorocaba).

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
TOPO