ACESSE

LOBÃO NÃO ABRIU A SESSÃO DA CCJ PORQUE NÃO QUIS

Telegram

 

Edison Lobão, presidente da CCJ do Senado, não poderá alegar falta de quórum para ter decidido, sozinho, cancelar a sessão cujo item 2 da pauta era o projeto que explicita a prisão de condenados em segunda instância.

Como O Antagonista publicou, 16 senadores — entre titulares e suplentes — já tinham registrado presença no colegiado.

Pelo regimento do Senado (veja abaixo), a abertura da sessão precisaria apenas de seis senadores com presença registrada. Também já havia número suficiente de parlamentares para iniciar votações.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 80 comentários