ACESSE

Luiz Marinho: o mensalão 'nunca existiu'

Telegram

Luiz Marinho, pré-candidato do PT ao governo paulista com desempenho pífio nas pesquisas, disse hoje a Sergio Moro que o mensalão “nunca existiu”, relata a Folha.

Marinho prestou depoimento como testemunha de defesa no caso do sítio em Atibaia e indicou desconhecer qualquer esquema ilícito durante a presidência de Lula, hoje hospedado –muito a contragosto– na carceragem da PF em Curitiba.

O juiz federal perguntou, então, sobre o mensalão. “Não passa de uma tese do Roberto Jefferson (…) O mensalão não existiu, em absoluto”, respondeu o pré-candidato.

E assim ficamos sabendo que a PGR denunciou 40 pessoas e o STF condenou 24 –incluindo José Dirceu, Delúbio Soares e José Genoino–, num julgamento que durou um ano e meio, por algo que “não existiu, em absoluto”.

O universo paralelo do petismo é mesmo um negócio notável.

Comentários

  • PAULO -

    Não existe limite.

  • Borges. -

    Eles transformaram nosso grande país, numa ilha de fantasia, onde não havia fome, não havia pobresa, não havia corrupção, não houve mensalão, não houve petrolão, não houve eletrolão, só houve progresso e governantes brilhantes que depois transformavam-se em talentosos palestrantes e assessores de alto nível.

  • Paulo -

    O corrúpto mente descaradamente ao Juíz, que aceita a mentira e libera o bandido!

Ler 135 comentários