Lula anuncia que teve Covid-19 em Cuba

Lula anuncia que teve Covid-19 em Cuba
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Lula, que voltou nesta quarta-feira (20) ao Brasil depois de passar 30 dias em Cuba, divulgou uma nota em seu site dizendo que contraiu Covid-19, cumpriu período de isolamento na ilha e já se recuperou da doença.

O ex-presidiário viajou a Cuba para gravar um documentário de Oliver Stone. Segundo a nota, oito dos nove integrantes da comitiva do petista —incluindo Rosângela da Silva, a Janja, sua noiva— contraíram a doença e fizeram quarentena.

“Por estar fora do Brasil, (…) Lula decidiu comunicar a doença apenas na chegada ao país, para preservar sua família e [a] dos demais infectados”, diz a nota.

O petista agradeceu à ditadura cubana e acrescentou: “Estou preparado pra tomar a vacina, assim que tivermos vacina para todos. Sigo esperando minha vez na fila, com o braço à disposição para tomar assim que puder”.

Segundo a porta-voz do petismo na Folha, os médicos cubanos também trataram Lula com um imunomodulador chamado Jusvinza, droga que “age sobre substâncias inflamatórias da Covid-19” e cujo efeito no combate às reações da doença “já entrou no protocolo de estudo de Cuba”.

Em português, “entrar no protocolo de estudo” significa que a eficácia do tratamento ainda não foi comprovada —quase uma “cloroquina cubana”.

Leia mais: Quem são os diretores da agência que darão o veredicto sobre as vacinas a serem aplicadas nos brasileiros
Mais notícias
TOPO