ACESSE

Lula mandou "calar Duda" com propina da Odebrecht

Telegram

Lula cuidou pessoalmente para que o repasse ilegal de Muammar Kadafi à sua campanha, em 2002, não fosse descoberto.

Ele pediu 15 milhões de reais à Odebrecht para ‘calar Duda Mendonça’, que ameaçava ‘entregar tudo’ durante o processo do mensalão.

Os detalhes sobre a operação foram revelados (e documentados) por Antonio Palocci, num dos anexos a que Crusoé teve acesso.

Leia aqui.

Bolsonaro conseguirá 'despetizar' a máquina pública? SAIBA MAIS AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 56 comentários