Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Lula culpa imprensa por impeachment e volta a defender controle da mídia

O ex-presidiário comparou a situação do PT diante da imprensa à de uma mulher que apanha do marido e fica calada por medo
Lula culpa imprensa por impeachment e volta a defender controle da mídia
Reprodução: Youtube/Lula

O ex-presidiário Lula voltou a dizer nesta terça-feira (31) que é necessário controlar a imprensa. Durante o evento de aniversário de 5 anos do impeachment de Dilma Rousseff, o petista atribuiu o que incansavelmente chama de “golpe” à mídia brasileira.

Lula criticou a reação da imprensa a uma declaração que deu na semana passada sobre a necessidade de “regular” os meios de comunicação.

“Você não pode bater na imprensa, ela tem sempre razão, mesmo quando ela está errada, porque, senão, os donos não vão gostar. Eles vão ficar zangados. O único controle que eles admitem na vida é o controle remoto. Fora disso, você quer mandar na imprensa.”

O ex-presidiário afirmou que o impeachment ocorreu porque a mídia não deu o devido espaço ao PT.

“O que foi o impeachment da Dilma, o que nós sofremos em 2016, se não a perpetuação e a consagração de um comportamento da imprensa fatalmente favorável ao golpe? Quantas vezes você foi chamada para explicar pedalada? Quantas vezes deram direito de resposta? Nunca, porque eles sempre estão certos.”

Lula ainda comparou a posição do partido diante da imprensa à de uma mulher que apanha do marido e fica calada.

A gente está acostumado a apanhar e ficar quieto. ‘É melhor ficar quieto, apanha e não responde, porque se você reagir você apanha duas vezes’. Eu acho que está na hora de a gente colocar as coisas como elas são.” 

Como Mario Sabino comentou ontem, depois da lavagem midiática de Lula, o desafio é limpar a “mancha de gordura” que é a reputação de Dilma Rousseff.

Mais notícias
TOPO