Lula desiste de habeas corpus e esvazia estratégia de Fachin

Lula desiste de habeas corpus e esvazia estratégia de Fachin
Foto: STF

A defesa de Lula desistiu de dois habeas corpus que questionavam a imparcialidade dos desembargadores do TRF-4 João Pedro Gebran Neto e Carlos Thompson Flores, que condenaram o ex-presidente a 17 anos por corrupção no caso do sítio de Atibaia.

As ações começariam a ser julgadas hoje no plenário virtual da Segunda Turma do STF. Com a desistência, os dois HCs seriam arquivados.

Fachin queria realizar o julgamento para defender a atuação dos magistrados, o que poderia abrir um precedente para enfraquecer a tese de suspeição de Sergio Moro nos processos sobre Lula. O julgamento do HC contra o ex-juiz ainda não foi marcado e deve ocorrer neste semestre.

É a segunda vez neste ano que Lula desiste de um habeas corpus.

No mês passado, na véspera do julgamento, na Segunda Turma, que garantiu à defesa o acesso às mensagens roubadas, os advogados desistiram de um HC que poderia levar a discussão para o plenário do STF, onde as chances de vitória do ex-presidente são menores.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO