Lula detonou o impeachment

Não foi a oposição, não foram as ruas. Quem detonou o processo de impeachment de Dilma Rousseff foi seu pai e criador, Lula. Foi ele que mandou Rui Falcão reorientar a bancada do PT no Conselho de Ética para votar pela abertura do processo de cassação de Eduardo Cunha.

Cunha, traído, decidiu roer a corda.

Faça o primeiro comentário