Lula é um fato novo. Dilma é um fato novo.

Lula e Dilma Rousseff. A partir de agora, esse é o alvo das empreiteiras.

Uma reportagem da Veja, publicada hoje, conta que os quatro executivos da OAS presos pela Lava Jato se reuniram com seus advogados e resolveram tentar uma última cartada antes de sucumbir para sempre: atingir os dois presidentes petistas que eles ajudaram a financiar e a eleger.

O presidente da empreiteira, Léo Pinheiro, esclareceu qual será seu discurso: “Vocês acham que eu ia atrás desses caras para oferecer grana a eles?”

A OAS também mandou avisar, através da Veja, que já escolheu quem será seu primeiro delator: Ricardo Breghirolli, o homem encarregado de fazer os pagamentos aos partidos e aos políticos corruptos.

Os executivos da OAS, assim como os da Camargo Corrêa, que negociam um acordo com os investigadores da Lava Jato desde dezembro do ano passado, sabem que, para obter um desconto na pena, têm de apresentar fatos novos ao Ministério Público. 

Lula é um fato novo.

Dilma Rousseff é outro fato novo.


Lula e Dilma na mira das empreiteiras

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200