Lula era o mascote da corrupção

Dentre as mais de 80 testemunhas e vítimas ouvidas pelo MP de São Paulo, estão corretores de imóveis que disseram que Lula era o “mascote” do empreendimento.

Eles ofereciam outras unidades no condomínio Solaris dizendo que os futuros moradores poderiam jogar bola com Lula, passear no calçadão com Lula e até tomar uma pinga com Lula.

Diziam que o condomínio teria segurança federal permanente por causa da presença do ex-presidente.

Faça o primeiro comentário