LULA ESCONDEU PRESENTES NO SINDICATO DOS METALÚRGICOS

No dia da Operação Alethea, O Antagonista noticiou que Paulo Okamotto havia retirado os “presentes” de Lula do galpão da Granero, pago pela OAS, e enviado a local desconhecido.

Na condução coercitiva, Luiz Antonio Pazzini, um dos investigados, confessou que os bens foram levados a dois endereços: a sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e o Espaço Celso Daniel, na rua João Lotto 16.

Faça o primeiro comentário