Lula garante a Odebrecht

Lula e Alexandrino Alencar, no encontro com o encarregado de negócios do embaixada do Brasil em Cuba, pensaram em dois caminhos para repassar mais dinheiro do BNDES para a Odebrecht.

O primeiro caminho era oferecer como garantia ao BNDES os repasses do programa Mais Médicos.

O Brasil pagaria, assim, duas vezes: pelos médicos e pelos empréstimos com juros subsidiados.

O segundo caminho era ainda mais simples. Ou “com mais chances de factibilidade”, de acordo com o diplomata brasileiro.

A Odebrecht, através da Braskem, incluiria Cuba em sua lista de fornecedores de nafta. E esse fornecimento de nafta seria apresentado como garantia ao BNDES.

Quem garante a Odebrecht é Lula.

Quem garante é Lula (e o dinheiro depositado em banco de terceiro país)

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200