Lula: “Não sei, querido”

A resposta é sempre a mesma. Lula não sabe nada:

Delegado da Polícia Federal:- Mudando um pouquinho de assunto agora, o senhor conhece a empresa G4 Entretenimento e Tecnologia Digital?

Declarante:- Eu não conheço, mas eu sei que acho que é do, o meu filho acho que era sócio dela, G4.

Delegado da Polícia Federal:- Qual filho?

Declarante:- O Fábio.

Delegado da Polícia Federal:- O senhor sabe quais as atividades exercidas por ela?

Declarante:- Não sei. Esse negócio de game, não me pergunte nada que eu sou analfabeto.

Delegado da Polícia Federal:- O senhor saberia dizer, ele já comentou com o senhor quantos empregados, ele dá emprego para quanta gente lá, quantas famílias sobrevivem dela, não sabe dizer?

Declarante:- Não, cada um cuida do seu nesse país.

Delegado da Polícia Federal:- Mas, assim, mais de 5, mais de 20?

Declarante:- Eu não sei, querido, não tenho a menor noção.

Delegado da Polícia Federal:- E o senhor sabe onde ela se situa?

Declarante:- Não. Aliás, eu nunca fui.

Delegado da Polícia Federal:- Além do seu filho Fábio, seria um dos sócios dela, quem seriam os outros sócios?

Declarante:- Não sei, querido.

Delegado da Polícia Federal:- E ela já recebeu valores do Instituto Lula?

Declarante:- Se prestou serviços, não recebeu benefícios, recebeu pagamentos, eu não sei se prestou serviços, mas se prestou serviços recebeu, todo mundo que presta serviços para o instituto recebe.

Delegado da Polícia Federal:- E o senhor sabe se ela prestou algum serviço?

Declarante:- Não sei, não sei.


Faça o primeiro comentário