Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Lula, o 'vértice comum' dos esquemas criminosos

Globo e Estadão trazem detalhes sobre o novo pedido de condenação de Lula feito pelo MPF, no caso do terreno que seria utilizado pelo Instituto Lula.

Segundo os procuradores, o presidiário decidiu sobre a montagem de um “esquema criminoso de desvio de recursos públicos destinados a enriquecer ilicitamente”.

Esse esquema, afirma a força-tarefa, estaria baseado na manutenção da governabilidade sobre “bases espúrias”, no fortalecimento do PT com a formação de uma reserva monetária ilícita para abastecimento de campanhas e no enriquecimento com valores oriundos de práticas criminosas.

“A figura que detinha a última palavra para as situações e as funções mais relevantes e estratégias, além do cargo de maior importância na República, era o então presidente Lula, vértice comum de todos esses esquemas criminosos”, afirma o MPF.

A Lava Jato pede que o petista seja condenado por nove atos de corrupção passiva e por sete atos de lavagem de dinheiro.

E ainda cobra do presidiário mais de R$ 75 milhões –exatos R$ 75.434.399,44.

O montante corresponde “ao valor total da porcentagem da propina paga pelo Grupo Odebrecht em razão das contratações dos Consórcios  Conpar, Refinaria Abreu e Lima, Terraplanagem Comperj, Odebei Plangás, Odebrei Flare, Odetech e Rio Paraguaçu”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO