Lula: “Quando a gente precisa, Janot é cheio de formalidade”

Lula atacou Rodrigo Janot em conversa grampeada com Sigmaringa Seixas.

Lula queria que Janot o ajudasse a se livrar da Lava Jato.

Quando Sigmaringa Seixas observou que Janot era muito ligado a formalidades, Lula respondeu:

“Esse cara se fosse formal não seria procurador-geral da República, teria tomado no cu, teria ficado em terceiro lugar. Quando eles precisam não têm formalidade, quando a gente precisa é cheio de formalidade.”

Faça o primeiro comentário