Lula quer usar livro de Janot em habeas corpus

Cristiano Zanin juntou a um dos habeas corpus de Lula no Supremo capítulo do livro de Rodrigo Janot que diz que o ex-presidente tornou-se “objeto de desejo” da força-tarefa.

No trecho, o ex-procurador-geral narra um pedido de Deltan Dallagnol em 2016 para que denunciasse Lula e políticos do PT por organização criminosa, antes de apresentar denúncias semelhantes contra o PP e o MDB.

O objetivo era não deixar “descoberta” denúncia que eles haviam apresentado por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex — a lavagem exigia um crime antecedente, no caso, a organização criminosa.

Janot explica que Teori Zavascki, relator da Lava Jato à época, havia proibido a força-tarefa de usar a acusação na primeira instância, já que a investigação sobre o crime tramitava no STF.

A defesa de Lula diz que o episódio reforça a tese de perseguição dos procuradores contra Lula.

Comentários

  • João -

    O bandidão tem que passar a pagar por HCs. O STF ultimamente só trabalha para ele e é rapidinho. Não basta ser bandido, tem que ser parasita.

  • Jorge -

    Janot nunca me enganou,sempre foi petralha e,essas mentiras que agora conta,faz parte dos planos para livrar Lulaladrão da cadeia.

  • Juscelino -

    Mas ele já leu o livro todo? Pensei que demoraria uns dois anos. Parece que o próximo livro que a defesa irá usar para entrar uma HC é Chapeuzinho vermelho e o Lobo mau.

Ler 25 comentários