Lula só dá palestra de jatinho

Lula foi questionado sobre o apoio operacional para suas palestras. Embora conte com equipe de seguranças custeada pelo Estado e que o acompanha para toda parte, o ex-presidente disse que só dá palestras se tiver avião particular.

“Se quiser me contratar tem que pagar avião, senão não contrata.”

***

Delegado da Polícia Federal:- Certo. Quais são as condições relacionadas ao apoio operacional para a LILS formalizar os contratos, como é que é feita essa parte?

Declarante:- Eu não sei como é que é feito, eu não sei como é que é feito, eu não, não, eu só vou dizer uma coisa para você, quem quiser me contratar para uma palestra, quem quiser me contratar hoje, amanhã ou depois de amanhã, vai ter que pagar a palestra, vai ter que colocar transporte à minha disposição e vai ter que pagar intérprete, é o mínimo, se quiser quer, se não quiser… Sabe? É o seguinte, se quiser pagar, paga, se não quiser não paga, eu não sou obrigado a ir, eu tenho o direito de não ir, “Ah, eu não quero ir”, então não vou, pronto, tchau e benção. A pessoa não tem obrigação de me contratar e eu não tenho obrigação de aceitar, é assim que eu faço contrato.

Delegado da Polícia Federal:- E é só para o senhor ou é para equipe junto?

Declarante:- Não, o contrato é para mim, a equipe vai comigo, faz parte da minha equipe.

Delegado da Polícia Federal:- Quem?

Declarante:- A minha segurança viaja por conta, que a minha segurança é oficial, mas, por exemplo, eles pagam a diária de assessor de imprensa, pagam a diária de intérprete, eu não aceito intérprete deles, ou seja, eu não aceito porque intérprete é você falando pela boca do outro, então eu quero alguém que me entenda, que entenda a linguagem popular desse país, que conheça um pouco da história sindical, que conheça um pouco da história do meu governo, que conheça um pouco da história do PT, eu quero alguém que me conheça para poder me interpretar, então é por isso que eu não aceito, “Ah, vai ter um intérprete na Alemanha”, então fica com eles, eu quero o meu.

Delegado da Polícia Federal:- E o avião é de carreira, comercial?

Declarante:- Não, a maioria não, a maioria é avião alugado, se quiser me contratar tem que pagar avião, senão não contrata.

Delegado da Polícia Federal:- Mesmo sendo lá do outro lado do mundo?

Declarante:- É, senão não faço a viagem.

Delegado da Polícia Federal:- A sua segurança é a atual, que vai junto nas palestras, mesmo sendo noutro país?

Declarante:- Hein?

Delegado da Polícia Federal:- A segurança?

Declarante:- A segurança vai, a segurança é permanente.

Delegado da Polícia Federal:- Mas ela não recebe da LILS. Ela é sempre remunerada pelo…

Declarante:- Não, as coisas dela são as coisas oficiais.

Delegado da Polícia Federal:- Certo.

Declarante:- O salário deles é o salário que eles ganhavam das forças, não sei se é das forças armadas, ou seja, a…

Delegado da Polícia Federal:- A diária também.

Declarante:- Não, a viagem deles é paga, eles vão de avião de carreira antes, e a viagem deles é paga pelo esquema da presidência.

Faça o primeiro comentário