Lula voltará à ONU

A defesa de Lula avisa que vai novamente à ONU incluir “novos fatos” na petição apresentada no final de julho em que acusou Sérgio Moro de abuso de poder.

Os advogados se baseiam em notas publicadas na imprensa que falam de suposta irritação dos procuradores da Lava Jato com o ex-presidente.

“A reação autoritária dos operadores da Lava Jato confirma que Lula é vítima de uma verdadeira caçada judicial, que se vale da cumplicidade dos meios de comunicação para esconder os abusos e promover um julgamento pela mídia”, diz nota divulgada pela assessoria.

É o mimimi internacional de Lula.