ACESSE

Lulinha na mira da Lava Jato

Telegram

Investigadores da Lava Jato em Curitiba querem saber do grupo Andrade Gutierrez por que a Oi, controlada por ele, colocou R$ 82 milhões na Gamecorp, depois rebatizada de PlayTV, numa época em que a operadora acumulava prejuízo atrás de prejuízo e a empresa de Lulinha não dava retorno, segundo a Folha.

“A Oi está em recuperação judicial desde junho do ano passado, com dívidas de R$ 63,9 bilhões.”

A Andrade Gutierrez foi uma das primeiras empresas a fechar acordos de delação e de leniência com procuradores da Lava Jato, em 2015, após aceitar pagar uma multa de R$ 1 bilhão.

Investigações de procuradores e da Polícia Federal descobriram depois que a empresa omitira uma série de crimes em seu acordo.”

A principal dúvida no “recall” do acordo é se Sergio Andrade, que preside o conselho do grupo, acertou pagamentos à Gamecorp para facilitar o acesso à cúpula do PT e a Lula.

O Antagonista não tem dúvida.

 

Comentários

  • Barata -

    O Barata petista vai comer o provolone todo do Cabral sem que os outros saibam. E no escondidinho. No escuro. À noite. Sem fazer qualquer barulho. Quando chegar a manhã, dirão: — Cadê meu queijo?

  • Jorge -

    A ascensão econômica dos filhos do Lula e de alguns outros parentes ocorridas após Lula ter se tornado presidente é, por si só, altamente suspeita e motivo para investigação.

  • Francisco -

    Se a OI deve 63 bilhões, como é que aceitam um acordo de leniência de 1 bilhão? Também quero! Do jeito que está, a OI deveria se chamar TCHAU. Em qualquer outro país sério do planeta, a diretoria já estaria presa, incomunicável. Mas aqui é Brasil, aqui tudo pode... Até encoxar a mãe no tanque e meninos de 12 anos se beijarem na boca, "assumindo o relacionamento" e sendo aplaudidos pelos pais. O Brasil virou uma suruba, após 14 anos de petismo sem freios. A coisa que me dá mais raiva no PT é que, embora tenha faturado as eleições, são minoria, mas tem uma capacidade insuperável para prejudicar a totalidade do país.

Ler 63 comentários