ACESSE

Lupi é réu, reforça o JN

Telegram

William Bonner fechou o Jornal Nacional reforçando a informação, contestada por Ciro Gomes, de que Carlos Lupi é réu, citando o número do processo que inclui o presidente do PDT.

O caso está na 6ª Vara de Brasília. A denúncia foi oferecida em 2012, aceita em 2015 e remonta à gestão de Lupi no Ministério do Trabalho, no primeiro governo de Dilma Rousseff.

Segundo o MPF, Adair Antônio de Freitas Meira e entidades que tinham vínculos com o ministério para recebimento de verba fretaram um avião para que Lupi e outros pedetistas percorressem, em 2009, sete cidades do Maranhão.

A viagem custou R$ 30 mil. O atual presidente do PDT e os demais envolvidos são acusados de ter recebido vantagem indevida –passagem paga por terceiros, em vez de custeada pela União– em troca de contratos na pasta.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 42 comentários