Madureira, o antagônico

Marcelo Madureira tem um temperamento antagônico. Quando se espera que ele deboche, ele é sério. Quando se espera um mínimo de compostura e seriedade, ele debocha.

Nas última semanas, ele já presenteou os leitores de O Antagonista com duas esplêndidas colunas de Agamenon Mendes Pedreira, feitas em parceria com outro Casseta e Planeta, Hubert. Agora ele nos oferece um texto que, na verdade, é uma enxurrada de perguntas, uma profusão de cadês. Só faltou uma pergunta essencial: “Cadê o cachê?”.

Bem, por enquanto, O Antagonista tem os leitores e os leitores têm O Antagonista. Um dia, se tudo der certo, teremos também Marcelo Madureira, Hubert e mais um montão de cadês.

Madureira abre o Mar Vermelho