Mãe do menino Henry é ameaçada por detentas

Mãe do menino Henry é ameaçada por detentas
Foto: Reprodução/Record Tv

Monique Medeiros, mãe do menino Henry, foi recebida no presídio em Niterói aos gritos de “vai morrer”, segundo o UOL. 

Ela ficará isolada por 14 dias em uma cela por causa da pandemia. Mas em razão da repercussão do caso, poderá permanecer sozinha por medidas de segurança.

Ela e o namorado, o vereador Dr. Jairinho, foram presos na quinta-feira, suspeitos do envolvimento na morte da criança, de 4 anos.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO