Magazine Luiza abre processo seletivo apenas para negros. É preciso impedir essa ilegalidade

A rede Magazine Luiza abriu inscrições para seu programa de trainees de 2021 e vai aceitar apenas candidatos negros.

Em nota, a empresa disse que o objetivo do programa “é trazer mais diversidade racial para os cargos de liderança da companhia, recrutando universitários e recém-formados de todo Brasil, no início da vida profissional”.

Trata-se de iniciativa inconstitucional e ilegal. A Constituição e lei que tipifica racismo proíbem discriminação de qualquer espécie. O que o Magazine Luiza está fazendo ultrapassa a política de cotas ou qualquer outra ação afirmativa prevista pela legislação, por ter caráter totalmente excludente. O Ministério Público do Trabalho precisa impedir que se leve adiante essa ilegalidade e provocar o STF a reconhecer a sua inconstitucionalidade.

Leia mais: Exclusivo: o 'inquérito do fim do mundo' foi usado para apurar secretamente se a Lava Jato tinha ministros do STF na mira
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO