Magno Malta nega frustração por não ser ministro

De volta ao Senado após se isolar no interior do Espírito Santo, Magno Malta negou estar frustrado por não ter sido escolhido para comandar um ministério de Jair Bolsonaro.

Derrotado na tentativa de se reeleger em outubro, Malta concedeu entrevista andando durante os dois minutos e 38 segundos –conforme o cálculo da Folha– que levou até chegar a seu gabinete.

“Meu compromisso com Bolsonaro foi até o dia 28 [de outubro, data do segundo turno], às 19h30. Tínhamos um projeto de tirar o Brasil de um viés ideológico e nosso compromisso acabou dia 28. Bolsonaro não tem nenhum compromisso comigo”, declarou o senador capixaba.

Malta acrescentou que não está arrependido, “de jeito nenhum”, da atenção que dedicou à campanha do presidente eleito.

“Continuo lutando por ele, defendendo ele. Acredito nele, acredito no caráter dele. É o homem para o Brasil.”

O Senado mandou uma "continha" extra de R$ 6 bi para você pagar. Quem vai defender VOCÊ?

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 41 comentários
    1. Porque quis, ninguém lhe pediu nada. Só que depois ele começou a cobrar. Muito feio da parte dele querer virar vítima. Ele se negou a ser vice do Jair. Agora aguente!

  1. Nem poderia estar chateado, pois Bolsonaro o havia escolhido para vice, o que declinou. Bolsonaro é que poderia estar encafifado pelo fato de Malta não ter votado contra o aumento do STF!

  2. Eis um assunto idiosincrâsico e obscuro. Talvez nunca saibamos o que realmente aconteceu. Pode estar relacionado à recusa a vice-presidência… os dois dizem que continuam amigos. ???????? B

  3. Não acredito que fosse o vice, mesmo que quisesse. Tem um perfil combativo mas político, não técnico. Merece atuar em alguma área social ou de segurança. Conhece muito o Brasil.

  4. Se isso fosse dito dia seguinte a eleição ok, mas agora depois de tudo isso, do anuncio de todos os ministérios, de toda gente querendo defender malta, etc. etc…. por favor. Admita!

  5. Se esse for o FIM, da carreira política do Senador MAGNO MALTA, apesar de no passado ter apoiado o PT coisa que eu abomino. Foi figura ESSENCIAL no Processo de IMPEACHMENT, com sua ORATÓRIA

    1. Obrigado por TUDO Senador, com a sua fala simples e direta. Explicou aos EVANGÉLICOS e as pessoas mais HUMILDES todo a PATIFARIA cometida nos 13 anos do PT, falando sempre a linguagem do POVO

    1. Acho seu comentario extremamente desagradavel se observar que o cara deixou claro que nao visou nenhum cargo, mas sim ,eliminar o cancer chamado PT!