Maia aposta em 'frente ampla' na Câmara para derrotar Lira

Maia aposta em frente ampla na Câmara para derrotar Lira
Foto: Najara Araujo e Luís Macedo/Câmara dos Deputados

Arthur Lira (PP), como noticiamos, vinha fazendo contas e dizendo a aliados que acha “muito possível” derrotar o grupo de Rodrigo Maia (DEM) na eleição interna na Câmara, em fevereiro do ano que vem.

Nos últimos dias, porém, o atual presidente se mexeu, fez uma série de reuniões e acredita que poderá contar com o apoio da esquerda — cerca de 130 votos — para derrotar Lira, o candidato de Jair Bolsonaro.

Um dos deputados que apoiam Maia disse a O Antagonista que o deputado do DEM “tem tudo” para fazer seu sucessor e que só será derrotado se tentar uma nova reeleição, caso consiga um aval jurídico que poderia beneficiar também Davi Alcolumbre no Senado.

“Seria um tiro no pé e ele perderia muitos apoios na largada.”

Um político influente do DEM disse a este site, como registramos pela manhã, que ainda acredita na possibilidade de Maia se candidatar de novo.

Leia mais: Deputados federais custam R$ 189 mil por mês aos pagadores de impostos; senadores, ainda mais
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 21 comentários
TOPO