Maia defende emenda que retoma foro especial para políticos

Rodrigo Maia defendeu ontem emenda para impedir que juízes de primeira instância determinem medidas contra políticos como prisão, quebras de sigilo bancário e telefônico e mandados de busca e apreensão, registra o Estadão.

Com o aval do presidente da Câmara, parlamentares pretendem incluir o dispositivo na PEC que limita o foro privilegiado a apenas cinco autoridades: presidente e vice da República e os presidentes da Câmara, do Senado e do STF.

“O que a gente está dizendo é o seguinte: não pode ter influência emocional na decisão de um juiz. O caso do [Anthony] Garotinho, por exemplo, é um caso claro de influência política. Não tinha motivo para mais aquela prisão”, afirmou Maia.

Comentários

  • Benjamim -

    Botafogo, se vivesse em um País, onde houvesse justiça, já estaria engaiolado.

  • Francisco -

    Pelo que eu estou entendendo a intenção do Quadrilhão dos Três Poderes é acabar com a competência da primeira e segunda instâncias do judiciário para julgamento dos seus membros, deixando tudo

  • Brutus -

    Ah! Entendi. O foro é só para as cinco autoridades, mas ainda serve para todo mundo.

Ler 209 comentários