Maia defende modelo de aposentadoria dos políticos

Rodrigo Maia, em evento da Band News, defendeu o regime de aposentadoria diferenciado para políticos.

“O regime de Previdência dos políticos, desde 1997, é o único que tem idade mínima no serviço público brasileiro e, para ter integralidade e paridade, precisa ser deputado e ter contribuído como deputado por 35 anos, o que é uma coisa quase que impossível.”

O Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSSC), criado em 1997, alterou as regras da aposentadoria de políticos, permitindo a concessão do benefício a partir dos 35 anos de contribuição e 60 anos de idade, sem fazer distinção entre homens e mulheres — ou seja, antes dos demais trabalhadores.

Os bastidores da grande derrota de Moro, do governo e do combate ao crime organizado. Confira agora

A lei prevê, ainda, aposentadoria com proventos proporcionais ao tempo de mandato. Nesse caso, os proventos serão calculados à razão de 1/35 (um trinta e cinco avos) por ano de mandato, com um detalhe: sem limitação de teto.

A Câmara detalha aqui o plano de aposentadoria dos políticos.

Comentários

  • Lucia -

    O que leva esses políticos brasileiros a acreditarem que são pessoas especiais? Complexo de superioridade?

  • Augusto -

    Não tem o menor sentido o estado pagar aposentadoria para cargos eletivos!Aberrações brasileiras!Pricipalmente cosiderando-se q entre politicos brasileiros 99% são já mto ricos!E ficam mais qdo e

  • Mere -

    Maia , Davi Alcolumbre,STF são inimigos do Brasil.Acho Maia e Davi piores que Cunha e Renan.,A gente escapa da brasa e cai no espeto.

Ler 122 comentários