ACESSE

Maia e Alcolumbre negociam recesso de uma semana no Congresso

Telegram

Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre negociam com lideranças partidárias um recesso de uma semana nas sessões da Câmara, do Senado e do Congresso Nacional.

O Antagonista apurou com líderes que o recesso está “quase” confirmado. Na Câmara, o andamento das votações da PEC do Fundeb e de medidas provisórias nesta terça-feira (21) será importante para definir a folga.

O acordo que se constrói é para encerrar as votações hoje e retomá-las somente na próxima quarta-feira (29). Nesse período, deputados e senadores poderiam se dedicar às suas bases eleitorais, para focar nas eleições municipais.

Julho é mês de recesso no Congresso –período de folga dos parlamentares, que costumam curtias as festas juninas no Nordeste.

Este ano, porém, em razão da pandemia, Davi Alcolumbre chegou a anunciar a suspensão do recesso. Em comunicado divulgado no início do mês, a Presidência da Casa informou que as sessões estavam mantidas e que esperava retomar os trabalhos presenciais em agosto, caso a situação da pandemia melhore até lá.

Procurada, a assessoria de Alcolumbre informou que “não haverá pausa no Senado” e que as sessões continuarão ocorrendo duas vezes por semana.

Leia mais: Exclusivo: a casa secreta de Brasília onde ministro conspira contra ministro

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 18 comentários