"Eu tive a possibilidade de conspirar e ser presidente da República"

“Eu tive a possibilidade de conspirar e ser presidente da República”
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Rodrigo Maia disse ao Globo que, numa conversa que teve com Jair Bolsonaro, negou uma conspiração para tirá-lo da Presidência.

“O senhor fica achando que tem conspiração contra o senhor, não tem nenhuma. O senhor não pode esquecer que eu tive a possibilidade de conspirar e ser presidente da República e não fiz”, disse Maia, referindo-se, no entanto, às crises que quase derrubaram Michel Temer.

Ele disse que o impeachment de Bolsonaro é questão de tempo, mas disse que é preciso ter “racionalidade”, para que um processo frustrado não fortaleça o presidente.

Sobre a relação deteriorada com o governo, Maia contou que, num determinado momento, Paulo Guedes exigiu que, para manter a relação, ele não falasse com o economista Marcos Lisboa.

“Eu disse: ‘Paulo, não há chance de eu parar de falar com os economistas que me ajudaram a chegar até aqui.'”

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
TOPO