Maia: "General Heleno virou um auxiliar do radicalismo do Olavo"

Maia: “General Heleno virou um auxiliar do radicalismo do Olavo”
BRASILIA, DF, BRASIL, 04-02-2019: O Rodrigo Maia, Presidente da Câmara, nesta segunda-feira, 04 de fevereiro, durante cerimônia de abertura do Congresso Nacional. Foto: Mateus Bonomi

Cumprindo agenda em Jaboatão dos Guararapes (PE), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, lamentou, em coletiva, as declarações do general Augusto Heleno, ministro-chefe do GSI, sobre a fala de Eduardo Bolsonaro acerca de um novo AI-5.

“Tem um pedido de convocação dele para a Câmara. Acho que a frase dele foi grave, além disso ainda fez críticas ao Parlamento, como se o Parlamento fosse um mal para o Brasil. Uma cabeça ideológica. Infelizmente, o general Heleno virou um auxiliar do radicalismo do Olavo. Uma pena que um general da qualidade dele tenha caminhado nessa linha.”

Ao Estadão, Heleno comentou assim, na semana passada, a fala do filho do presidente sobre o AI-5: “Não ouvi ele falar isso. Se falou, tem de estudar como vai fazer, como vai conduzir. Acho que, se houver uma coisa no padrão do Chile, é lógico que tem de fazer alguma coisa para conter”.

Depois, Heleno recuou.

Bolsonaro e Toffoli: acordão à vista. Leia aqui
Mais notícias
TOPO