Maia: "Não podemos tratar com naturalidade esses números"

Rodrigo Maia também se manifestou neste sábado sobre a marca de 100 mil mortes por Covid-19 no país.

“Chegamos hoje à absurda marca de 100 mil mortos pela Covid-19. Número que, infelizmente, já havia sido previsto lá atrás, ainda na gestão do ex-ministro Mandetta.

Estamos convivendo diariamente com a pandemia, mas não podemos ficar anestesiados e tratar com naturalidade esses números. Cada vida é única e importa. Em nome da Câmara dos Deputados, presto mais uma vez solidariedade aos familiares e amigos das vítimas desta grande tragédia.”

Mais cedo, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, decretou luto oficial de quatro dias no Congresso Nacional em razão da trágica marca de 100 mil mortes.

Leia mais: Sócios no desastre: a responsabilidade dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais
Mais notícias
TOPO