ACESSE

Maia: "Quem sabe não pode ser R$ 1,1 trilhão?"

Telegram

Após uma enxurrada de emendas propondo aposentadorias especiais para diversas categorias, Rodrigo Maia indicou hoje que ainda é possível aprovar uma reforma da Previdência cuja economia ultrapasse R$ 1 trilhão em 10 anos, como propõe o governo.

“Uma economia de R$ 900 bilhões não é uma reforma ruim, mas quem sabe não pode ser R$ 1,1 trilhão? Então, não tem que focar no número, apenas ter como referência e em cima desse número a gente tem que olhar as emendas à proposta”, disse hoje na Câmara.

“Vamos chamar os líderes e mostrar o impacto para não fazer uma reforma que não resolva a base dos problemas do Brasil, que é a estrutura dos gastos públicos brasileiros.”

Como foi articulada a primeira grande derrota de Sergio Moro em Brasília. LEIA AQUI

Comentários

  • PAULO -

    Pela 1a vez na vida não vejo o Executivo negociando cargos ou favores para obter votos. A economia do país está paralisada. Cabe ao Congresso mostrar o seu valor.

  • José -

    Nhonho se a reforma chegar a um trilhão eu estou disposto a lhe dar o crédito por convencer seus pares, os líderes pulhas do Centrão. Espero que não esteja fazendo jogo duplo novamente.

  • Luis -

    Se este deputado tem alguma pretensão futura, seria bom abandonar a idéia do centrão, de desidratação da reforma para boicotar o sucesso do govetno. Esta dando muito na vista. É revoltante.

Ler 68 comentários