ACESSE

Maia vai autorizar CPI da Lava Jato?

Telegram

Como dissemos nesta semana, a CPI da Lava Jato está pronta para ser instalada. Quem dá a palavra final é Rodrigo Maia, mas o que o presidente da Câmara ganha com isso?

Quando surgiu a ideia em setembro do ano passado, ele criticou a iniciativa.

“É enfraquecer a posição e independência de outros poderes. Tenho muita dificuldade de deferir uma CPI como essa. Não é prioridade nossa, sem algo muito contundente para avançar, porque acho que enfraquece as nossas instituições e a democracia.”

Da mesma forma, foi contra a instalação da CPI da Lava Toga e até hoje mandou os pedidos de impeachment contra Jair Bolsonaro para a gaveta.

Maia pode ser tudo, menos burro. Ele sabe que virou presidente da Câmara justamente no vácuo de poder aberto com a queda de Eduardo Cunha, que acreditou ser mais forte e mais esperto do que era.

Depois de passar boa parte de sua carreira política no fundo do plenário, onde são travados os acordos das votações, Maia deve ter aprendido que não deve entrar em qualquer briga.

Leia mais: A 'paz conveniente' reina em Brasília

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 39 comentários