Maior abstenção em eleições municipais com urna eletrônica

Maior abstenção em eleições municipais com urna eletrônica
Foto: Antonio Augusto/ASCOM/TSE

Dados preliminares do TSE mostram que 34,2 milhões dos brasileiros aptos a votar não compareceram às urnas, o que corresponde a 23,14%, como registramos.

É o maior índice de abstenção em eleições municipais desde 1996, quando as urnas eletrônicas começaram a ser usadas no Brasil.

No Rio de Janeiro e em Porto Alegre, um terço dos eleitores não votou. Em São Paulo, o índice de abstenção também foi maior que a média nacional: 29%.

Por óbvio, há influência da pandemia da Covid-19, embora se perceba uma tendência de aumento desse índice. Nas duas últimas eleições municipais, a abstenção no primeiro turno foi de 16,41% (2012) e 17,58% (2016).

Leia mais: A melhor vacina contra a desinformação é assinar o Antagonista +.
Mais notícias
TOPO