Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Maioria da Câmara rejeita requerimento e PEC da Vingança será votada; Lira está sereno

Por 316 votos a 126, deputados decidiram apreciar a proposta ainda hoje; o texto ameaça a autonomia e a independência do Ministério Público
Maioria da Câmara rejeita requerimento e PEC da Vingança será votada; Lira está sereno
Reprodução: Youtube/ Câmara do Deputados

A PEC da Vingança será mesmo votada ainda hoje no plenário da Câmara. E a tendência é de aprovação.

Os deputados acabam de rejeitar, por 316 votos a 126, um requerimento do partido Novo que pedia que a proposta fosse retirada da pauta.

O número de deputados que apoiaram a votação hoje, portanto, é maior que os 308 necessários para se aprovar uma PEC.

Não custa lembrar que a proposta, que ameaça a autonomia e a independência do Ministério Público, não foi nem sequer apreciada em comissão especial.

Arthur Lira (foto) está tranquilo e sereno. Ele tem dito a deputados que “hoje vai”.

Leia também: A vitória das taturanas

Neste momento, o relator da PEC, Paulo Magalhães, do PSD da Bahia, ocupa a tribuna para defender a proposta.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO