ACESSE

Maioria do STF vota por rejeitar ação sobre aborto para gestantes com zika

Telegram

Com seis votos, o STF formou maioria para rejeitar ação que pedia a liberação do aborto em gestantes infectadas pelo vírus zika.

O processo, movido pela Associação Nacional de Defensores Públicos, está sendo analisado no plenário virtual da Corte.

A ministra Cármen Lúcia, relatora do caso votou por rejeitar a ação.

Até a noite de sábado, acompanharam o entendimento de Cármen os ministros Edson Fachin, Gilmar Mendes, Alexandre de Moraes, Rosa Weber e Dias Toffoli.

A íntegra dos votos ainda não foi divulgada.

O pedido foi apresentado em 2016, época em que um surto da doença atingiu principalmente o Nordeste, levando crianças da região a nascer com microcefalia ou outras síndromes neurológicas.

Leia também: MORO FORA DO GOVERNO: NÃO ERA FAKE NEWS; É JORNALISMO

Comentários

  • Herbert -

    A solução é as mães tomarem mais cuidados e antes de transar, façam um exame vão mais seguida ao médico, se é muito pobre, não ponha mais um miserável no mundo, " TRANSE, MAS NÃO ENGRAVIDE".

  • Claudete -

    Por isso os abortos vão continuar na surdina, Ñ sei se faria qualquer aborto, mas me reservo o direito de decidir isso, meu corpo minha responsBilidade

  • Luiz -

    O STF tá melhorando. Viva o Brasil!

Ler 52 comentários