Maioria dos juízes recebe acima do teto de R$ 33 mil

Telegram

Ao menos nas cortes estaduais, receber remunerações superiores ao teto constitucional é regra, não exceção.

É o que mostram folhas de pagamentos entregues neste mês ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) por tribunais de todo o país, segundo O Globo.

Nos últimos meses, 71,4% dos magistrados dos Tribunais de Justiça (TJs) dos 26 estados e do Distrito Federal somaram rendimentos superiores aos R$ 33.763 pagos aos ministros do STF — valor estabelecido como máximo pela Constituição.

“Dos mais de 16 mil juízes e desembargadores dos TJs, 11,6 mil ultrapassaram o teto. A remuneração média desse grupo de magistrados foi de R$ 42,5 mil.

Nessa conta, auxílios, gratificações e pagamentos retroativos têm peso significativo e chegam a representar um terço do rendimento mensal — cálculo que só pôde ser feito a partir da exigência do CNJ de receber as folhas completas num único padrão.”

Comentários

  • Caçador -

    População anestesiada e essa corja de descumpridores da lei rindo da cara de todos os otários pagadores de impostos que banca essa imoralidade. CNJ omisso, também é beneficiário dessa vergonha no Brasil

  • Meleca -

    Querem justiça em um pais onde juízes não respeitam leis! Estamos todos lascados. Deste jeito não haverá contribuição com impostos que sejam suficientes para pagar a conta e logo será necessário acabar com a aposentadoria para o setor privado para que o dinheiro permita pagar os salarios e aposentadorias do funcionalismo publico, afinal eles tem direitos a isto, já os que tem seu tempo de vida roubado para pagar estas regalias as quais sequer tem direito somente passarão a viver em função de pagar estes salários(escravidão estatal ou comunismo)

  • ivanor -

    E agora façam uma enquete entre esses ai para ver onde se encontram os que são contra qualquer reforma da Previdência

Ler 29 comentários