Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Mais casos de jovens com Covid-19 são "questão epidemiológica", acredita pesquisador

Mais casos de jovens com Covid-19 são “questão epidemiológica”, acredita pesquisador
Foto: Divulgação/Prefeitura de Manaus

Em meio ao momento mais grave da pandemia da Covid-19 até aqui, surgem relatos no Brasil inteiro de que a internação de jovens com a doença aumentou significativamente.

O pesquisador Bruno Filardi, diretor científico do Instituto do Câncer Brasil, ponderou que “essa doença deixa a gente confuso”, mas disse a O Antagonista não acreditar que um maior número de jovens contaminados seja resultado direto das variantes do novo coronavírus.

“O vírus é eminentemente o mesmo, as alterações fisiopatológicas que o vírus causa são eminentemente as mesmas. As proteínas funcionais do vírus sofreram praticamente nenhuma mutação ou mutações muito pontuais, que não têm significado clínico. Sendo assim, como a gente pode pensar que mudou?”

Ele acrescentou que encara a aparente maior prevalência em jovens como “uma questão epidemiológica”.

“Não faz sentido, para mim, com as informações que temos, pensar que houve uma mudança dos grupos do risco da doença. O que explica o fato de jovens estarem sendo mais contaminados é uma questão epidemiológica mesmo. Talvez as pessoas idosas estejam com um comportamento mais defensivo. Tem muito doente, muito doente ao mesmo tempo, e os idosos, pelo jeito, passaram a se resguardar mais.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO