Mais de 6 milhões de testes comprados pelo governo podem ir para o lixo

Mais de 6 milhões de testes comprados pelo governo podem ir para o lixo
FOTO MINISTERIO DA SAUDE

Reportagem do Estadão mostra que 6,86 milhões de testes para Covid-19 comprados pelo Ministério da Saúde perderão a validade entre dezembro e janeiro.

Os testes RT-PCR — que identificam se a pessoa está infectada pelo vírus — estão estocados num armazém em Guarulhos e ainda não foram distribuídos para a rede pública.

“Para se ter ideia, o SUS aplicou cinco milhões de testes deste tipo. Ou seja, o país pode acabar descartando mais exames do que já realizou até agora. Ao todo, a Saúde investiu R$ 764,5 milhões em testes e as unidades para vencer custaram R$ 290 milhões – o lote encalhado tem validade de oito meses.”

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 186 comentários
TOPO