Mais de R$ 57 milhões em propinas

Os relatos feitos até agora por Benedito de Oliveira, o Bené, em sua delação premiada, dão conta de que o operador de Fernando Pimentel embolsou R$ 57,2 milhões em propinas.

Dinheiro da Caoa, da Odebrecht e da OAS, etc, que ajudou a eleger o petista. Não é possível que ele permaneça governador.

Faça o primeiro comentário