"Mais do menos", diz líder do governo no Congresso, sobre prisão de Queiroz

“Mais do menos”, diz líder do governo no Congresso, sobre prisão de Queiroz
Plenário do Senado Federal durante sessão especial destinada a homenagear o Hospital de Amor. À mesa, segundo-secretário do Senado Federal e requerente desta sessão de homenagem, senador Eduardo Gomes (MDB-TO). Foto: Pedro França/Agência Senado

O senador Eduardo Gomes (MDB), líder do governo no Congresso, minimizou os impactos da prisão de Fabrício Queiroz no Palácio do Planalto.

“É mais do menos”, disse a O Antagonista.

Para o emedebista, “a crise verdadeira se dá em torno do ambiente entre os Poderes”.

“A nossa luta é para melhorar isso.”

Leia mais: Sergio Moro agora é colunista exclusivo da 'Crusoé'. Clique e saiba mais
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
  • Cris -

    Da pra entender, pra Emedebista isso é fichinha, só devem estar rindo do fato do advogado ter escondido o sujeito.

  • Paulo -

    FICOU BEM MELHOR ROUBAR BANDO DE ALMA PURA, NO VOTO NA URNA, VAO SER EXTINTOS, OS QUE NAO FOREM PRESOS. ACHAR QUE ISSO E POUCO, COM PESTE E ROUBALHEIRA.

  • CARLOS -

    Só que mais...

Ler 6 comentários
TOPO