Mais liberdade ao pré-sal

Joaquim Levy cogitou a possibilidade de cair a obrigatoriedade de participação de ao menos 30% da Petrobras nos campos do pré-sal. Disse o ministro da Fazenda em evento no Marrocos:

“Podemos dar mais liberdade a isso. As coisas mudam e o Brasil sabe como se adaptar.”

De fato as coisas mudam. E o pré-sal causando prejuízos à Petrobras é um bom exemplo. Mas o Brasil não vem sabendo se adaptar às mudanças pelo simples fato de que nada desubstancial muda por aqui.

Faça o primeiro comentário