Mais penduricalho, menos imposto para os juízes

A volta do adicional por tempo de serviço parece juridicamente improvável, considerando as recorrentes decisões do STF sobre o assunto, segundo O Globo.

“Mas os magistrados preferem receber o auxílio-moradia, ou o adicional por tempo de serviço, no lugar de reajuste salarial. Os penduricalhos têm natureza indenizatória e, por isso, são pagos sem a incidência do Imposto de Renda. O reajuste será parcialmente diminuído pelo imposto.”

Associação de magistrados defende mais um penduricalho

Brasil, 2019 — O seu guia para compreender o ano que vai sacudir a nação (e sobreviver a ele) AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 41 comentários
  1. A reportagem co.ete erro técnico grave e primário. Adicional por tempo de serviço nunca teve e nunca terá natureza indenizatória. Trata-se de gratificação estritamente salarial, integrando o sa

  2. Juízes, no Brasil, sentem-se como uma casta privilegiada e acima da população. Em países desenvolvidos, são apenas mais uma categoria profissional e sem qualquer privilégio como no Brasil.

  3. Contra o aumento de 16% eu participei de abaixo assinado com mais de 2 milhões de pessoas, participei do “vetaTemer” e NADA adiantou. Pensei que seguindo O Antagonista iria conseguir. Que nada!

  4. Tempos estranhos esses arbitrados pelo judiciário em pró causa. Melhor visitarmos a Constituição para correção de mazelas gerais. Cinco folhas com 25 linhas cada,frente e verso, caberiam ótima

    1. Como? A resposta é muito simples: BALA! Exército brasileiro! Intervenção militar no $TF. Vamos fazer nossa revolução francesa contra o 1° estado

    1. Vamos fazer nossa revolução francesa ano que vem. MBL, Vem Pra rua e demais movimentos CONTRA a farra do judiciário aparelhado

  5. Qual o benefício que o país tem em pagar altíssimos salários à funcionários públicos que querem destruí-los? O poder emana do povo, não do judiciário ou de nababos! Isso precisa acabar!

    1. É urgente os servidores públicos saírem do pedestal e vir para a superfície olhar a quantas andam os brasileiros reais!

  6. Uma das urgências do Brasil é acabar com as castas dos funcionários públicos, em especial a do setor judiciário. Esses cidadãos precisam se dar conta do Brasil real, cair na realidade.

  7. E em contrapartida querem aumentar nossos impostos e cortar benefícios trabalhistas e aposentadoria. O Brasil vai sumir do mapa. Eu não vou pagar impostos para bancar reis e BANDIDOS. Sonegar!

    1. Vamos fazer nossa revolução francesa! Vamos fazer nosso 1789 contra os privilégios do judiciário (1 ° estado), a nobreza brasileira.

  8. Juízes , promotores, funcionários públicos, se não estiverem satisfeitos peçam demissão, procurem outra ocupação. Façam como qq trabalhador. Como um dos que paga seus salários não aceito p